FANDOM


A Individualidade (個性 Kosei?) é uma especial, super-humana, que um indivíduo pode possuir. As individualidades são geralmente únicas para seus usuários e são classificadas em diversas categorias.

História

Bebê brilhante

A primeira Individualidade.

A primeira pessoa a manifestar sua individualidade foi um bebê recém nascido na cidade de Qingqing na China, que tinha a habilidade de emitir luz de seu próprio corpo. Depois desse incidente muitas pessoas pelo mundo começaram a manifestar diferentes tipos de habilidades especiais. Mesmo a causa do fenômeno das Individualidades serem desconhecidas foi teorizado que a propagação de um vírus transportado por ratos tenha desenvolvido essa situação. Atualmente 80% da população do mundo possui uma Individualidade.

Com a chegada dessa extraordinária era a Força de Policia mudou suas prioridades e manteve um status na qual decidiu não utilizar as Individualidades coo armas. Para evitar o caos que surgia, a profissão para combater os criminosos que usavam seu poder de forma ilegal, heróis, foi criada. Autorizando o uso de poderes que poderia até mesmo matar foi uma decisão bastante criticada em seu princípio. Com o passar do tempo o publico começou a apoiar a decisão já que os primeiros a trabalharem profissionalmente como heróis agiram de forma moral e defenderam a lei.

Informação

Linhagem Poderes

Um exemplo da linha hereditária entre duas famílias. O destaque é de uma mutação rara, sendo completamente diferente das outras Individualidades da família.

Peculiaridades são herdadas geneticamente através, do que parece ser, herança mendeliana e tipicamente se manifestam em crianças com a idade de quatro anos, no máximo. As crianças ou manifestarão uma das Individualidades de seus pais ou irá surgir uma nova Individualidade formada pela fusão dos dois poderes. Está fusão pode, às vezes, dar a impressão de que a pessoa possui duas individualidades, como no caso da Half-Cold Half-Hot de Shouto. Muito mais raramente, como no caso caso do Rewind da Eri, a criança pode manifestar uma Individualidade que não tenha nenhuma relação com sua linhagem genética, o que se assemelha a uma nova mutação.